Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \28\-05:00 2011

É quase impossível não fazer comparações quando se vive dentro de uma outra cultura senão a nossa!  Para os padrões generalizados de beleza americano, bunda grande não é algo bonito.

BigButt

Muitos sites de moda americanos explicam cuidadosamente como escolher o jeans perfeito para deixar a bunda menor.  Bunda grande para eles é sinônimo de gordura!  Quanto menor, mais retinha e menos volumosa, melhor!  Acredito que, para os americanos, uma mulher desbundada passa a sensação de magreza, e parece que quanto mais magra, mais fácil de entrar nos padrões esteriotipados daqui.  Quando se fala em bunda grande, a associação nunca é com uma bunda malhada e torneada.  Na minha academia existe uma máquina para malhar o glúteo que é praticamente inutilizada – raramente vejo mulheres usando.  Caneleiras então, nem existem!  Enchi a minha mala com quilos extras para trazer as minhas do Brasil.  Mas ainda assim eu preciso confessar que hoje em dia acho que uma bunda mais discreta dá um ar mais elegante à silhueta da mulher.  Mas devo estar americanizada demais, pois já malhei horrores, como 12 quilos de caneleiras em cada perna diariamente, para ter a bunda grande.  E na ocasião, ela cresceu ao ponto de eu perder as minhas calças, imagine só você Barbarella. 

Outro fato que dá idéia de magreza é a perna fina.  Mulher de coxão sarado por aqui não existe, a não ser que você frequente ambientes extremamente esportivos.  Atenção, nem na minha academia eu encontro coxão!  Quadríceps exagerado é coisa de homem, faz volume e não é considerado sexy.  Marido ficou horrorizado com o corpo de brasileiras, como a Sabrina Sato, que a gente viu nas revistas brasileiras que minha mãe trouxe.  É cultura, hábito, padrões estabelecidos.  Perna fininha, magrinha, sem gordura e sem muito músculo é o mais comum.  Eu, particularmente, acho lindo uma perna bem torneada. 

Mas é claaaro que tudo o que eu escrevi até agora é generalização purinha!

Existem exceções à regra em qualquer lugar do mundo e aqui não é diferente!  Sabe aquele corpão com bundão e pernão das mulatas brasileiras?  Existem muitas mulatas gringas tão lindas quanto por aqui também.  Há também muitas latinas baixinhas e pequeninas com bunda grande que fazem seus compatriotas virarem as cabeças e mandarem um fiu! fiu!  Penso ainda que em uma cidade de praia americana, as pessoas devem ter uma relação diferente com o corpo.

Esse papo todo veio de uma conversa com a minha prima outro dia que me fez pensar no padrão americano.  Ela observou, durante a sua visita aqui, como é comum ver mulheres lindas de rosto, com cabelos impecáveis, mas totalmente desbundadas e de perna fina.

Diferente dos nossos padrões, né?

Ex corde.

Read Full Post »

Homemade Cookies

Biscoitos

100 gramas de açucar, 200 gramas de manteiga e 300 gramas de trigo foi a receita brasileira que usei, passada pela minha tia por telefone.  Não sei se o mais difícil foi calcular as medidas em cups ou desgrudar os biscoitos da forma de estrelinha.  Mas apesar da falta de jeito para fazer biscoitinhos, eles sairam muito gostosos!

Ex corde.

Read Full Post »

facebook

E as caras de surpresa que seguem esta frase são infinitas.  Parece que o Facebook agora também está super popular no Brasil, pois a pergunta que era muito comum entre os amigos americanos agora está comum entre amigos brasileiros.  E lá vai eu repetindo a mesma resposta várias vezes.

Eu sou um bicho estranho, reconheço.  Sempre tive uma certa aversão a tudo aquilo que era muito popular e não me pergunte por quê porque eu não sei dizer.  Vinha lá de dentro, sempre veio.  Enquanto minhas amigas de escola gostavam de ir naquele show de pagode daquele grupo super popular, eu me mandava para um bar meio underground que tocava rock com um público mais alternativo.  Acho que a diversidade das pessoas me interessava mais, ao invés daquela uniformidade de comportamento da turma do pagode.  Enfim, isso é outro papo.  Mas voltando para o Facebook, eu andei pesquisando sobre ele.

Por segurança, você só pode usar o seu nome verdadeiro e eu me pergunto: segurança de quem?  Longe de mim (logo eu que tenho um blog)  levantar a bandeira de que a internet traz a perda da privacidade e tal, mas eu acho podre poder encontrar a ex-ex-ex-namorada do meu ex-namorado e saber o que ela está fazendo neste momento!  E se a mesma ex-ex-ex- for uma psicopata e quiser me achar através do sobrenome?  Através dessas ferramentas sociais, tudo é possível.

Me corrijam caso eu esteja enganada, mas parece que o Facebook é um cruzamento de Orkut com Twitter.  Eu tive a chance de conhecer um pouco da plataforma através da conta de uma amiga e achei a parada meio sei lá.  “Saindo da academia”, “Chegando no trabalho”, “Pegando o avião”, “Vista da minha janela”, “Chuva lá fora”, entre outras, eram as frases que as pessoas postavam nas suas walls.  E aí os comentários mais nada a ver seguiam.  Ou eu estou velha demais para essas tecnologias ou eu olhei os profiles de pessoas erradas.  A essência da idéia de reconectar amigos – que eu acho genial – foi parar aonde?  Isso sem mencionar os indivíduos que tinham um aplicativo de GPS no celular para postar no Facebook a sua localização.  Sério mesmo?

Ainda na mesma ocasião, eu descobri que uma menina largou o namorado para voltar com o ex e que ele a pediu em casamento no lugar tal, que a cerimônia vai ser dia tal, tudo registrado com fotos.  Vi ainda relatos completos de férias incluindo os dias de ida, de volta, horário de vôos e tudo.  Estou paranóica ou as pessoas estão meio sem noção?

Se o Facebook permitisse a criação de contas com apelidos, eu me arriscaria como me arrisquei no Orkut.  Ter o poder de ir atrás de quem eu quiser na me dá uma sensação de controle maior, ao invés de qualquer um poder pesquisar meu nome lá e me achar.  Pode ser pura ilusão, vai saber!

Ou será que é porque eu não sei usar o facebook?  Porque segundo essa pesquisa, a maioria não têm porque não sabe usar.

song-chart-memes-have-facebook

Tem alguma coisa a mais sobre o Facebook que eu não sei e estou perdendo?

Ex corde.

Read Full Post »

Sabe quando bate aquela vontade quase incontrolável de comer um docinho?  Pois é, ontem essa vontade bateu duplamente fazendo com que a gente procurasse um supermercado aberto depois das 10 horas da noite. 

Posso não gostar de mil coisas no estilo de vida americano, mas eu também não posso negar que AMO a comodidade e conveniência de encontrar quase tudo que quero a qualquer hora do dia e da noite.  Yeah!!

O chocolate foi derretido no microondas e os morangos foram lavados e secados um a um para serem mergulhados no chocolate ainda quente.  Coloquei-os para esfriar em um pedaço de papel manteiga por uns 10 minutos.  Quando a casquinha de chocolate já estava pronta, arrumei todos os morangos num prato e servi para nós dois.  Os morangos cobertos com chocolate acompanharam um filme para fechar a nossa noite de sexta-feira.     

DSC_0136   Morango com chocolate (2)

Morango com chocolate (4)   Morango com chocolate (5)

Morango com chocolate (6)   Morango com chocolate (7)

Morango com chocolate (10)   Morango com chocolate

Ex corde.

Read Full Post »

Older Posts »