Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \25\-05:00 2012

Paper Lanterns_Ex_corde (2)

Será que elas conseguem ficar mais fofas ainda acesas numa noite de verão?    

Ex corde.

Read Full Post »

Um pouco sobre Hugo

Hugo_Ex corde

Hugo foi adotado em um abrigo de animais quando tinha aproximadamente 4 meses de vida.  Ninguém sabe o que aconteceu com ele nesses primeiros meses, mas foi fácil identificar o quão facilmente assustado ele era.  Qualquer barulho – cadeira arrastando, porta abrindo ou até um espirro – era motivo de sustos.  Ele sempre fugia desesperadamente para debaixo de algum móvel ao menor ruído.  Suspeito que ele deve ter sofrido algum tipo de abuso, pois o inverso acontece com Filomena.  Ela chegou na minha casa quando tinha poucas semanas de vida e cabia na palma da minha mão.  Era minúscula. Ela aprendeu desde cedo que podia confiar e sempre foi uma gatinha extremamente tranquila.  Não demonstra medo nem com pessoas estranhas.  Hugo não teve tanta sorte assim.  Ainda assim, ele tem melhorado bastante com o tempo.  Hoje ele já deita no chão com a barriga para cima e as pernas abertas se permitido relaxar inteiramente vulnerável.  Ele aprendeu que o máximo que pode acontecer é ganhar uma coçadinha na sua barriga gostosa.  

Hugo tem energia de sobra no alto dos seus quase três anos de vida.  É forte e musculoso.  Tem atitudes masculinas que claramente o diferenciam da Filomena, que é delicada  e charmosa até na hora de miar.  Meus gatinhos exibem características bem esteriotipadas no quesito diferenças entre gêneros.  Ele odeia ser carregado, mas adora sentar no nosso colo.  Reclama ao cortar as unhas, mas permite que a gente termine o serviço.  Gosta de brincar com caixas, papéis e barbantes.  Brinquedinhos mais sofisticados não roubam a sua atenção.  Ele implica com a Filomena até não poder mais.  Gosta de atenção e brinca com interatividade.  Adora o lacre plástico do galão de leite.  Tem um macaco de pelúcia de estimação.  Carrega a sua casinha escada acima & abaixo.  Se comporta como se fosse um cachorro.  Adora comer grama.  É carinhoso.  E faz poses para fotos como se fosse um galã sexy de televisão.

Ex corde.           

Read Full Post »

Picnic no Rio Medina

Conheci um lugar delicinha nas margens do Rio Medina em uma sexta-feira bem família que o trabalho do maridón promoveu essa semana.

 Medina River_Ex corde

O Paradise Canyon fica há um pouco menos de uma hora de San Antonio numa estradinha florida cheia de ranchos com aquela cara bem texana.  E realmente achei que o lugar tem um quê de paraíso!

ParadiseCanyon_Ex corde

O tempo estava meio nublado e até chuviscou, mas foi melhor assim.  Se estivesse quente demais, talvez não teria sido tão agradável.

Paradise Canyon_Ex corde

Rolou um picnic no melhor estilo cada um traz alguma coisa.  Tinha churrasco americano com hamburger, hot dog mais os complementos mais americanizados possíveis além de toda aquela parafernália de sempre que apareceu por lá!

PicNic_Ex corde

É que gringo vai para um picnic munido de muita tralha: cadeira, guarda-sol, guarda-chuva, barraca, muito plástico, muito lixo e muita poluição visual. 

Picnic tables_Ex corde

Achei que o ambiente rústico estava pedindo mais charme e simplicidade.

More picnic tables_Ex corde

As mesas de picnic estão espalhadas ao longo do rio em um cenário tão bonito.

MedinaRiver_excorde

Nada me impediu de absorver toda aquela energia boa que só um dia em contato com a natureza pode oferecer.  Saí de fininho do meio da turma algumas vezes para caminhar ao longo do rio e encontrar o meu happy place

Picnic no Rio Medina_Ex corde (7)

Não fui a única.  Encontrei gente pescando no meio de uma calmaria deliciosa!

Picnic no Rio Medina_Ex corde (2)

E vi também gente remando para longe da muvuca.

Picnic no Rio Medina_Ex corde (9)

A água é limpíssima com um tom de verde único!

Picnic no Rio Medina_Ex corde (6)

O sol apareceu timidamente ao longo do dia contrastando e fazendo a água do rio parecer tão verde que parecia um quadro pintado a mão.

Picnic no Rio Medina_Ex corde (8)

A temperatura subiu, mas não esquentou muito por causa do vento gostoso.

Picnic no Rio Medina_Ex corde (4)

A ocasião foi ótima para interagir com os colegas de trabalho do Marido, dar um rosto aos nomes que ouço todos os dias e descobrir alguma afinidade com alguns deles.  O dia também foi perfeito para descansar a mente, rever certas idéias e perceber quanta coisa boa existe ao meu redor.

Picnic no Rio Medina_Ex corde (5)

Aos poucos estou descobrindo que o clima quente do Texas é ideal para atividades ao ar livre.  E acho que estou começando a entender porque tanta gente gosta tanto de morar por aqui.  Quero muito mais dias como esse! 

Ex corde.

Read Full Post »

Não sei se você sabia mas, em algum lugar do passado, os navegadores espanhóis vieram bater em terras do Texas, montaram acampamentos e os hermanos franciscanos mandaram brasa na catequisação dos índios nativos americanos locais.  Enfiaram o catolicismo goela abaixo dos índios coahuiltecan, ensinaram novas técnicas, impuseram novos hábitos e ensinaram uma nova língua – o espanhol.  Achou parecido com a nossa história? Pois é, também achei.  Nesse contexto familiar, a primeira missão espanhola foi estabelecida no Texas em 1690 e ficava localizada onde hoje é Weches.  Por causa de enchentes, doenças, poucos recursos naturais e inimigos como os franceses que dominavam o território vizinho que hoje é o estado de Louisiana, a missão foi transferida para as margens do Rio San Antonio ganhando o nome de Mission San Francisco de la Espada.

Entrada da Mission de la Espada_Ex corde

A antiga missão é um monumento histórico bem interessante para quem curte contos da carochinha e velharias do passado.  Eu viajo na história!  Adoro! 

San Francisco de la Espada_Ex corde 

Com as ruínas relativamente bem conservadas dá para ter uma idéia da estrutura física – as missões eram verdadeiras mini-cidades fortificadas.

San Francisco de la Espada_Ex corde (3)

As alas diferentes para os índíos e espanhóis ainda podem ser vistas.

San Francisco de la Espada_Ex corde (2)

Segundo o governo espanhol, os missionários religiosos eram responsáveis por recriar as comunidades espanholas dentro das missões.  Vários aspectos culturais precisavam ser introduzidos para os índios a fim de que eles pudessem reproduzir a dinâmica da vida nas vilas espanholas da época.

Mission Espada_Ex corde

Portanto, apesar da igreja geralmente ser a atração central, a missão não se resumia apenas à questão religiosa.

Iglesia de la Espada_Ex corde

E que igrejinha de pedra charmosa!

Igreja Mission Espada_Ex corde

Não só por fora, mas a sua simplicidade rústica também encanta por dentro.

Dentro da Igreja de la Espada_Ex corde

Ao lado da igreja ficava o convento onde os missionários religiosos moravam.

Mission de la Espada_Ex corde

Visitar a Mission Espada é um passeio muito agradável, a não ser que o calor esteja a ponto de derreter os miolos. 

Missao Espada_Ex corde

Não esqueça de trazer água, chapéu e muito protetor solar para poder aproveitar o parque – principalmente se for durante o verão.  

Jardim na Mission Espada_Ex corde

Todo o complexo pode ser melhor compreendido através dos esquemas oferecidos pelo Serviço Nacional de Parques.  Eles estão espalhados ao longo da missão, o que na verdade hoje é um parque muito agradável com bastante área verde para crianças brincarem.  Uma maneira diferente de turistar pelas missões (sim, há mais de uma) é seguir pelas trilhas de bicicletas.  Vou falar sobre as trilhas detalhadamente depois, assim como sobre as outras missões.

Para maiores informações:

Mission Espada
10040 Espada Road
San Antonio, Texas 78214

Ex corde.

Read Full Post »

Older Posts »