Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Café’

Penúltima Quarta-Feira do Ano

Coffee and bagels with cream cheese_Ex corde

Café com leite e bagel com cream cheese protagonizam uma foto descentralizada nesta manhã sonolenta.  Sinto uma alegria imensa quando percebo que foram preparados com cuidado e muito carinho.  Tudo muito ordinário, a não ser pela retrospectiva que automaticamente se faz na minha cabeça com os muitos cafés ao acordar brindando uma vida com saúde ao longo do ano que já se despede.  Isso por si só traz um baita sorrisão no rosto!

Ex corde.

Anúncios

Read Full Post »

Café Expresso

Cafe Espresso

São quase 4 horas da tarde e eu estou com uma dor de cabeça infernal que não passa nem tomando remédio.  Depois de tanto me perguntar por quê diabos ela dói tanto, me lembrei que hoje de manhã saí às pressas de casa e não tomei o meu café.  Taí o motivo da dor de cabeça.  Eu sou devagar por natureza e o café sempre me dá aquele empurrãozinho pelas manhãs.  Talvez por isso a necessidade de tomá-lo diariamente e como consequência, acho que desenvolvi uma dependência fisiológica.  Meu organismo se adaptou a receber doses matinais de cafeína que quando eu não tomo café, sinto os efeitos.   

Aí fiquei pensando e acabei lembrando de como aprendi a fazer café quando morei sozinha pela primeira vez.  Enquanto a água fervia numa panelinha no fogão, eu arrumava o filtro de papel naquele suporte plástico apoiado na caneca.  Colocava o pó no filtro e coava o café ali mesmo. 

Os anos passaram juntamente com muitos cafés em diferentes lugares do mundo e muitas maneiras de preparo até eu me encontrar fissurada por café expresso (em inglês, espresso para me confundir os miolos).  Não consigo me ver nunca mais coando o pó como antes.  É que recentemente a cafeteira comum daqui de casa parou de funcionar depois de anos de trabalho.  Foi então que trocamos por uma mais profissa que só faz café expresso.  A diferença é ENORME!  Não sei explicar ao certo porque, mas parece que a temperatura da água interfere diretamente no sabor do café.  Amo a nossa maquininha de fazer café expresso de paixão e não volto para o café normal nunca mais.

Sorte minha que o café é uma substância legalizada.  E imagino que eu não seja a única viciada, já que a cafeína é a droga com ação farmacológica mais utilizada no mundo!  Alguém mais?

Ex corde

Read Full Post »

Vai viajar para os Estados Unidos e não quer se traumatizar com o aguado café gringo?  O seu lugar é aqui e agora.

O café americano comum já é diferente pela qualidade do pó.  Ele não é fininho como o brasileiro, onde percebe-se que foi bem moído; ele é meio granulado cheio de coisinhas.  E quando coado, o café é sempre fraco, sem muito gosto de café e com a cor de café mas meio translúcido, sabe? 

Então a regra #1 é nunca pedir um café normal em lugar nenhum.  Se você pedir, é garantido receber uma xícara cheia de café preto e sem gosto.  Se você pedir leite, vai vir separado e gelado.  Sim, americanos misturam leite gelado no café quente.  Eu particularmente não gosto porque esfria o meu café num piscar de olhos.  E isso considerando que o lugar tem leite de verdade para oferecer, pois a maioria esmagadora dos americanos toma café com creme.  Creme este que eu não sei exatamente de que é feito e e que vem em milhares de sabores artificiais diferentes – avelã, chocolate, baunilha, caramelo, nozes, etc, etc.  O resultado é um café que não tem gosto de café!

A solução para um brasileiro que aprecia um bom café é pedir o expresso.  Mas atenção!  Se você pedir uma dose de café expresso, você vai receber dois dedos de café ultra forte servido num copo descartável onde caberia meio litro de café ou em um mini copo (!?).  

Regra #2 é pedir um latte, o que para os gringos significa café expresso com leite.  Mas se você é como eu que precisa da cafeína para funcionar, peça o seu latte com duas doses de café expresso = double shot latte.  Eu garanto que você vai receber um café com leite (de verdade!) bem quente e bem forte!  A desvantagem é geralmente os lugares cobram extra por cada dose de café expresso.  Mas pelo menos você não morre de raiva!

Outra alternativa é pedir um cappuccino.  Mas não vá achando que é igual ao cappuccino servido no Brasil.  Aqui, a diferença entre o latte e o cappuccino está na espuma do leite que é adicionada no último.  Só.  Você também pode pedir extra doses de café expresso no cappuccino, deixando-o mais forte.  Essa foto que eu tirei hoje de manhã do meu latte ajuda a ilustrar o que eu tô querendo dizer:

Com essas dicas básicas, você pode sobreviver a uma viagem aos Estados Unidos sem ter que engolir o aguado café americano.  Ah, e uma última dica: experimente o café do Dunkin Donuts ao invés de tomar o famoso Starbucks todos os dias.  São mais gostosos e bem mais baratos!  

Ex corde.

Read Full Post »