Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Honor System’

Honor System é um sistema baseado na confiança, honra e honestidade.  Quando algo funciona nesse sistema, não existem regras rígidas obrigatórias estipuladas e nem uma fiscalização acirrada. Ninguém vai checar nada.  O Honor System oferece mais liberdade, pois parte do princípio que todas as pessoas são honradas até que se prove o contrário.  Assim, todos vão utilizar a sua integridade para observar as mínimas regras existentes e que ninguém vai abusar da confiança depositada nelas.

Honor System 2 _Ex corde

-  Livros à venda em um corredor pouco frequentado em uma biblioteca pública de San Antonio, TX.

Através da perspectiva brasileira, esse sistema parece muito utópico para não dizer imbecil (vide como brasileiros reagem àquelas perguntas no formulário do visto de turista sobre porte de arma, atividades criminosas, etc).  A diferença gritante está no entendimento existente na cabeça das pessoas engajadas no honor system – para elas existe uma conotação extremamente negativa ao quebrá-lo ou ir contra. Os pontos negativos estão todos relacionados com confiança, honra e honestidade. Quem quebra o sistema perde o senso de integridade e orgulho. Gera vergonha por sentir-se humilhado perante a sociedade.  E em algumas situações, a pessoa pode até ser banida do convívio comunitário, social ou acadêmico. 

Honor System Library Rules_Ex corde

-  Preços estipulados numa placa.

Um exemplo que acho fantástico é o fato de algumas universidades americanas só aceitarem matricular alunos que estejam dispostos a participar do honor system em vigor na instituição.  Existem códigos de honra onde o aluno se compromete a não colar, não dar cola, não receber ajuda, não plagiar, entre outros fraudes acadêmicos.  O comprometimento não se limita à sala de aula, mas para toda a comunidade e faz total sentido já que quem é íntegro assim será em qualquer circunstância.  Há comitês formados apenas por alunos apenas para julgar os casos e eles decidem se o indivíduo que quebrou o código pode continuar na universidade ou não.  Dá uma tristeza enorme em saber que, no Brasil, isso tá mais para idéia de minissérie de televisão do que a realidade.

Honor System 1_Ex corde

-  Caixa de madeira para receber o pagamento sem ninguém controlar ou fiscalizar nada.

O sistema de honra pode ser aplicado nas mais diversas maneiras.  Já fui em restaurantes onde o garrafão de vinho da casa era deixado na mesa e eu apenas precisava indicar quantas taças bebi para que fosse cobrado na minha conta (sem que eles verificassem o garrafão).  Os jornais impressos são vendidos em máquinas onde você coloca o dinheiro para destravar a porta.  Assim o comprador pega apenas um jornal mesmo tendo acesso à pilha inteira que está à venda.  Utilizamos o transporte público em Praga, República Tcheca, onde ninguém avisa onde estão localizadas as máquinas para comprar o bilhete e absolutamente ninguém fiscaliza os passageiros para ver se eles realmente compraram a passagem.  Ainda assim, vi todo mundo escanear o seu bilhete a bordo.  Eu frequentava um supermercado na área de DC que tinha um escaner manual e sem fio que me permitia escanear o produto e colocar nas sacolas durante as compras.  Ao terminar, era só escanear um código de barras, pagar e ir embora.  Fiscalização zero!  Ah, é claro, a venda de livros na biblioteca pública com as fotos que ilustram esse post.  Já vi esquema parecido em barracas de frutas e verduras na beira da estrada onde não há ninguém por perto, apenas os produtos com os valores e uma caixinha/cestinha para o dinheiro.  Se você tiver mais alguns exemplos desse sistema, compartilha nos comentários! 

Sinceramente não sei o que acontece com a integridade brasileira, pois sei que existem pessoas íntegras mas ainda assim é uma prática comum sacanear aquele que é honesto.  O íntegro vira otário porque ele não coloca as suas necessidades pessoais acima do que é melhor para uma vida em sociedade com qualidade.  Então os valores se invertem: não é vergonhoso desobedecer regras; a vergonha é ser um otário por observá-las.  Parece até que é contagioso.  É um salve-se quem puder.  Farinha pouca, meu pirão primeiro.  Dane-se o resto!  Entre essa e outras é que acho que esse sistema não funcionaria no Brasil.  Você sinceramente acha que funcionaria?

Ex corde.     

Anúncios

Read Full Post »